Arte&Cultura

Na Casa do Lago “Da linha ao Caos” apresenta 5 artistas

linha_caos1-723x1024A Casa do Lago abre hoje a exposição “Da linha ao Caos” com obras dos artistas Coró, Gabriel Neftali, Maria Paula, Mirs Monstrengo e Vicente Magalhães.  Cinza, asfalto, velocidade. Vida moderna, conflituosa, distância, dinheiro, manipulação: Caos! Essas são algumas palavras-chave que delineiam as poéticas das obras ou os fazeres dos artistas dessa exposição: Da linha ao caos. Nessa caótica vida moderna, na qual nos aprisionamos em monitores, em que pessoas preferem um Oi virtual a falar umas com as outras, pessoalmente. Nesses tempos em que o dinheiro cria novas fronteiras, a única maneira que se pode obter voz alta e grave é pela arte.

Esses artistas, que aqui vêm expor seu grito, pensam a arte de forma nítida e objetiva, em busca de atingir as potencialidades que ela oferece, seja ela, por exemplo, de rua, onde o artista, apelidado como Coró, produzsuas formas com grafite, seja ela feita em seus afrescos modernos, que colorem o cinza da cidade e nos fazem pensar o que é e pode ser sociedade.

Nessa linha, também vindo dos muros, mas não só deles, Mirs ultrapassa fronteiras e mistura sua poética a tecidos costurados, remendados por/em outras pessoas, alinhavados em rosas que sangram e narram sensações; Vicente Magalhães, em meio a barulhenta cidade, mostra-nos como as linhas sonoras de seus desenhos vão como um jazz, subjetivo do homem; Gabriel Neftali, artista experimental, trabalha com raciocínios lógicos, os quais conduz o caos que cada um leva dentro de si, expressando-se por meio de gravuras ou instalações; e, por fim, Maria Paula, artista de trabalho minucioso e delicado, mas de força poética sobre seu espectador, sobre seu mundo moderno.

Esses cinco artistas, portanto, que se costuraram com suas linhas imagéticas para definirem o caos com formas e feitos diferenciados, conversam entre si, vão Da Linha ao Caos, exposição que nos oferece a chance de ver como a diversidade vinda do quotidiano dos grandes centros se alinha e toma forma pela expressividade da arte.

A exposição  vai até dia 22/6 das 8h30 às 22h30, sendo no dia 22/06 até às 13h.

(texto da Casa do Lago)

Categorias:Arte&Cultura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s