Bairros

TERRAS DO BARÃO AGORA TAMBÉM TEM “VIZINHANÇA SOLIDÁRIA”

Foi assinado no dia 26 de julho um contrato de adesão de 53 residências  do bairro Terras do Barão ao programa Vizinhança Solidária que está sendo propagandeado e apoiado pela Polícia Militar em bairros de todo o Estado de São Paulo. Porém, conforme os moradores tutores do programa,  o programa no Terras do Barão já começou há 4 meses  depois que diversas ocorrências pareciam vir num crescendo desde o ano passado (vários arrombamentos, furtos , assaltos e roubos) e nos anos anteriores atemorizaram os moradores. Por isso, após alguns moradores conversarem entre si,  resolveram se reunir com a PM para discutir sobre o sistema.

Conforme relatou o morador Gilberto Andrade, após essa reunião com o Comando da Polícia Militar ocorrida em março, ele e outros moradores, como Emerson Luciano, começaram a procurar os vizinhos, via whatsapp, para um trabalho de “conscientização individual”, enviando material idôneo da PM acerca do projeto e posteriormente  levando formulários para cada morador interessado preencher e assinar. E apos algumas reuniões com a PM e CONSEG  foram eleitos dois “tutores” – Gilberto  e Luciano – para o núcleo do Terras.

Assim, confirmada a adesão, iniciaram-se os trabalhos de implantação: a PM realizou vistorias nos imoveis  e foram criados grupos de whatsapp  somente entre os participantes,  para que todos tivessem contato entre si. E também em comum acordo com a vizinhança, foram feitas dez placas do Projeto instaladas no entorno do Residencial  e o custo rateado entre todos os participantes, o que ficou em R$ 12,00 para cada. “Já as placas menores que foram afixadas em cada casa, foram doadas por um dos participantes, por acreditar no projeto e incentivar outras adesões. Mas se cada morador fosse pagar a sua própria placa, o valor seria de R$ 9,30.” – disse Gilberto.

Projeto resgata a confiabilidade e aproxima a PM dos moradores

Para Gilberto, o projeto Vizinhança Solidária está “resgatando a confiabilidade e aproximação da Polícia com o cidadão”, ainda mais pelo fato de que , segundo ele, “os policiais que estão à frente do projeto são extremamente atenciosos, educados e profissionais, diga-se, motivo de orgulho”.

“Tenho conhecimento que existem pessoas reticentes não apenas no Terras do Barão. Mas creio que essa minoria, quando entender a magnitude do projeto e que este, literalmente reduz a criminalidade e aproxima a Policia Militar do cidadão de bem,  desmistificando aquela ideia de que todo policial é corrupto, seguramente mudarão de idéia.

Gilberto disse ainda que o Terras do Barão atualmente já possui cerca de  quinhentas casas e a adesão ainda é de apenas 10%. “Mas estamos nos mobilizando para atingir o ideal de 100% e por isso, iniciativas como a do Jornal de Barão em divulgar o Projeto Vizinhança Solidaria é de grande valia. Por isso agradecemos”.

037b32cb-5277-4ded-ba32-e408ddfd2e6d

Os moradores tutores Gilberto Andrade e Emerson Luciano com a soldado Joice no dia da instalação das placas

66d166a7-bbda-454f-bbc7-30198c92126c

Emerson Luciano com Cabo Sidnei e soldado Joice mostram as placas que foram instaladas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s