Arte&Cultura

SEDE SEM PAREDES: moradores do Village reformam e revitalizam a sede da AMPROVIC

Os moradores e a comunidade do bairro Village Campinas reformaram e reativaram a sede da sua associação, a AMPROVIC (Associação dos Moradores e Proprietários do Village Campinas) que estava abandonada e sendo usada até por usuários de drogas e outros fins que não comunitários. Depois de criarem um projeto de reformulação e realizarem campanhas e bazares nas festas do Grande Village, iniciaram a reforma da sede em agosto e no sábado, 13 de outubro, realizaram um mutirão de decoração feito por artistas de Barão Geraldo e alunos da Escola Estadual Dora Kanso. Além dos diretores da Amprovic e dos artistas o mutirão contou com a apresentação do DJ Felipe Vicente, e da FEAC (Federação das Entidades Assistenciais de Campinas) (VEJA FOTOS ABAIXO)  Agora a AMPROVIC espera realizar reuniões, eventos e festas na nova sede em que todos os moradores participem e contribuam para o seu uso coletivo e colaborativo .

COMO ESTAVA A SEDE 

44514317_956884997842326_6367871804727361536_n

Sede como era ate esse ano (foto AMPROVIC)

Conforme disseram diretoras da AMPROVIC, a ideia de reformar a sede é antiga, vem desde a gestão passada: “o problema é que não tínhamos verba para tal, o que foi possível graças à Feira do Grande Village, onde a AMPROVIC entrou com o bazar para arrecadar fundos” conta Cintia Baldrighi. Segundo ela, gestões anteriores já haviam reformado a sede, trocando portas e janelas quebradas por vandalismo e havia  inclusive a proposta de fazer murar em volta da sede para evitar vandalismo. Mas que não ocorreu. Mas a sede da Associação estava abandonada desde o início da gestão em 2016, quando visitaram a sede e encontraram diversos materiais de drogas, sangue e outras marcas de “uso  não comunitário” segundo Fernanda Felice.  E assim que assumiu como presidente , a moradora arquiteta Nelly Nahum fez um projeto para reconstrução da sede sem paredes e aberta para uso coletivo.

Conforme Baldrighi , a decisão de fazer a campanha para arrecadas fundos foi em 2017, com um bazar na Feira do Grande Village e com uma rifa de fim de ano, e assim levantaram  verbas para tal. Segundo Fernanda Felice, durante vários meses além da campanha com todos os moradores colocaram uma “barraca” em várias festas do Village vendendo doações de brechó e solicitando doações para a reforma. 

 “Paralelamente a isso, devido a sede estar localizada em uma praça pública (com o direito de cessão de uso pela Associação), levamos o projeto da reforma para a Secretaria de Serviços Públicos para termos o aval da Prefeitura (o que demorou uns 4 meses mas foi concedido e também foi autorizada à subprefeitura nos fornecer parte do material necessário  (terra, cimento e areia).” – conta Baldrighi. A subprefeitura ajudou também com a terra e a retirada do entulho.

A reforma seria  basicamente derrubar paredes, tirar janelas , fazer novo piso,  arrumar o telhado, fazer nova pintura (branca para apagar pixações) e depois realizar nova pintura coletiva. Baldrighi conta que quando estavam orçando o trabalho, verificaram os custos com os pedreiros do bairro, Porém ficava muito além do que haviam arrecadado. Assim, conseguimos três pedreiros que não são do Village e que fizeram o menor orçamento. E além deste valor, também fornecemos marmitas para todos os dias, que foram doadas pela Mercearia do Village que contribuiu dando um desconto no valor. Além disso tivemos arrecadações de materiais de alguns comerciantes e moradores do bairro. Fora as doações da Subprefeitura” – contou ela 

Finalmente, conseguiram iniciar as obras no dia 27 de agosto e foi feita até o dia 06 de setembro (toda a reforma, inclusive a pintura.  Mas ainda sem luz.

44065301_10215516028466585_1324835567858352128_n

Inicio da Reforma no início de setembro

44053969_10215516027706566_9103574661551095808_n

Primeira Pintura

18157944_10208563521434150_8276952077127946534_n2

Primeiro resultado

COM O “URBANIZARTE” DA FEAC,  A NOVA CASA

E finalmente no último dia 13/10, a AMPROVIC inaugurou a sede reformada com o apoio da  FEAC (Federação das Entidades Assistenciais de Campinas) que trouxe seu evento  URBANIZARTE já realizado em várias praças  de Campinas para revitalizar o espaço. Eles montaram toda a estrutura da festa (banheiros químicos, palco, animadores, etc.) Com shows de música, dança, com o DJ Felipe Vicente, malabarismos, apresentação do Canil da Guarda Civil Metropolitina, os cursos de pintura e oficinas,  além de fornecer lanche, sorvete, pipoca, algodão doce e água para todos os presentes. Mais de 100 pessoas participaram A maioria crianças.

Além disso a FEAC deu uma verba para a AMPROVIC realizar duas oficinas: mosaico e de  grafite. Segundo Baldrighi, a oficina de mosaico, contou  com artistas do bairro, e a de grafite, com artistas convidados de Barão Geraldo, que se inspiraram em desenhos feitos pela 7a. 8a. e 9a série da escola Dora Kanso, passados pela professora de educação artística. No dia, os artistas orientaram as crianças em como fazer os desenhos e pintar, além de reproduzir nas paredes as ideias dos alunos.  Para Fernanda Felice a reinauguração foi um sonho realizado que uniu periferias distantes de Campinas “uma obra de apoio popular e muito suor da comunidade”. 

PRÓXIMOS PASSOS; REUNIÃO E ACABAMENTOS 

Conforme Cintia Baldrighi – que está assumindo como a nova presidente da AMPROVIC – haverá uma reunião no próximo sábado na sede revitalizada com a nova diretoria, para discussão de problemas e propostas para o bairro  (questões como esgoto calçamento etc ) e do funcionamento da Associação com a nova sede Ainda falta ligar a luz etc.  A nova diretoria é composta por ela e por Ana Claudia, Maria Fernanda, Teca, Carol, Rosangela, Lucas, Cimara, Nelly, Matheus, Andréia e Andrea.

Elas estão organizando para o próximo dia 03/11, no fim do dia, realizar a primeira seção de cinema na sede, tendo como público alvo os jovens do bairro. “Vamos precisar de doações para pipoca e suco. O que conseguirmos de doação será muito bom para darmos sequência nas atividades culturais que pretendemos desenvolver aqui

E no próximo dia da Feira do Grande Village, que será dia 10 de novembro , será realizado mais um mutirão para concluir o mosaico e o grafite  e também concluir um calçamento que ficou faltando. “Para isso vamos buscar voluntários, já ganhamos mais 7 sacos de cimento. Além disso, falta também a ligação da luz no espaço o que vou ver com a Subprefeitura como podemos resolver isso.”

                   “A ideia do espaço é que ele tenha múltiplas funções, de forma que abrigue tanto as reuniões da AMPROVIC , como local de eventos culturais como seções de cinema, Queremos que as pessoas vejam a sede como um lugar que pertence a todos do bairro, por isso a ideia de derrubar as paredes. E que junto com esse movimento da reforma que conseguimos, que foi muito elogiado pelos moradores, as pessoas se interessem mais pelos assuntos do bairro e participem das nossas reuniões, contribuindo da forma que podem, com base nos sonhos e expectativas que cada um tem em relação ao nosso querido bairro.” – declarou ela.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

44124469_10215516009626114_6864973810647433216_n

as  diretoras da AMPROVIC Cintia Baldrighi, Nelly Nahum e Ana Claudia

FOTOS DE Fernanda Felice e Cintia Baldrighi

 

44458134_2052102075102291_3389730649773441024_n

A sede como ficou

44641839_1915990695161529_9041335826608291840_n

 

 

 

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s