Grande Campinas

Pelo 2º ano Novembro Azul é esquecido no Estado de São Paulo

Ao contrário do  Outubro Rosa, desde  o ano passado 2018, a campanha  “Novembro  Azul” vem desaparecendo  nas  Secretarias, Postos e Unidades de Saúde de Campinas e de  várias  cidades do Estado. Já em 2018  a campanha ainda teve  o apoio do Ministério da Saúde  mas – provavelmente  sem distribuição de recursos – foram reduzidas em quase todas as cidades. Em Campinas não se tem noticia  do que foi feito de bom. Pelo contrário, sabemos que  para qualquer atendimento com Urologista (inclusive preventivos de exame de próstata)  tem que ser agendado por eles SEM LOCAL ESPECíFICO,  sem data marcada e por telefone. E se a pessoa não atender o telefone, a raríssima vaga é passada para outra pessoa.

Em Paulinía  A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove só no dia 27, um bate papo voltado para a prevenção ao câncer de próstata, com o tema “Homem também precisa se cuidar”.

O evento ocorrerá no ambulatório de Urologia, localizado dentro do Hospital Municipal de Paulínia e será aberto ao público. A ação faz parte do “Novembro Azul”.

haverá Sorteio de brindes e show de ilusionismo compõem a programação.Assim como foi em 2018. Ainda mais com a crise do Hospital Municipal.

77308871_2159145871046616_6901137010077990912_o

No  posto de Saude de Barão e na Unicamp – exatamente como em 2018 –  APENAS  UMA PALESTRA  FOI  CRIADA  para apresentação no Posto  e na Unicamp  a  palestra ficou sob responsabilidade do  CECOM (Centro de Saúde da Comunidade)  e ministrada em apenas algumas unidades.

EM BARÃO SO DIA 29 o Centro de Saude vai realizar alguns debates (“rodas de conversas”)  sobre o câncer de próstata, vasectomia, rastreamento de doenças infecciosas e para infecções  sexualmente transmissíveis

além de rodas de reiki, meditação

havera oferta de testes rápidos  para infecções  sexualmente transmissíveis

]
7:45 MEDITAÇÂO  com agente Marisol

8h PALESTRA SOBRE CÂNCER DE PRÓSTATA  Dra Camila Lucatto
8:30h – CONSULTAS  – Retirar senhas para atendimento  dra Claudia Lucatto
SENHAS  e esclarecimento e convite para  APLICAÇÃO DE REIKI
9h – RODA DE CONVERSA  – VASECTOMIA MITOS E VERDADES com Dra FERNANDA BERTOZZI
10H – rASTREAMENTO DE DOENÇAS CRÔNICAS  C  C DRA CAMILA AYER
11 –  Roda de conversa sobre infecções  sexualmente transmissíveis- AGORA COM FERNANDA BERTOZZI E MARIA BEATRIZ
TARDE
S14:30  – PRATICA DE MEDIcina ALTERNATIVA e “AURICULO TERAPIA” com a dra.  DRA MARIA BEATRIZ
15h –  CUIDADOS COM SAUDE BUCAL  – DR JOÃO FLAVIO
16h – RODA de conversas  PROMOÇãO E PREVENÇÃO SAUDE DO HOMeM  – Michle Man

 

Na Unicamp  o Cecom e o GGBS criaram no inicio de outubro uma atividade: Esta ação consiste na mobilização das Unidades e Órgãos para o envio de uma foto com o maior número de servidores juntos, vestindo uma peça de roupa rosa em outubro e vestindo uma peça de roupa azul em novembro. “Nosso objetivo é mobilizar e conscientizar as pessoas da importância da prevenção do câncer de mama e da importância da prevenção do câncer de próstata, para participar acesse: https://www.ggbs.gr.unicamp.br/rosa_azul/

Como  em 2018 o  CECOM vai fazer pequenas palestras  sobre a campanha  nos dias abaixo PALESTRAS DE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE O CÂNCER DE PRÓSTATA

laco-azul

23/11 às 15h00 – Auditório da AFPU

25/11 às 14h00 e 26/11 às 10h00 – CECOM

27/11 às 10h – FUNCAMP

27/11 às 14h30 – Auditório da BC

30/11 às 14h30 – CCUEC

EM CAMPINAS SÓ UMA  ATIVIDADE E COMO SEMPRE SÓ NO TAQUARAL

Haverá apenas uma atividade no dia 23 de novembro, sábado, das 9h às 12h, na Lagoa do Taquaral, Portal 1 (entrada principal). O evento faz parte da Campanha “Somos todos Azuis”, em prol ao combate do câncer de próstata, onde lema é ” O melhor momento para tirar suas dúvidas”.

A ação vai ter a participação de médicos urologistas, clínicos gerais, geriatras, cardiologistas, endocrinologistas, além de equipe multidisciplinar como, psicólogos, fisioterapeutas e enfermeiros, para dar orientações sobre como ter hábitos para uma boa saúde. A ação é uma parceria da Prefeitura com a Clínica Urohominis. Também faz parte da ação, uma caminhada de 2.800 m em torno da Lagoa do Taquaral, com saída às 10h.

Os prédios da Prefeitura, Sanasa, a torre do Castelo e os Reservatórios Alto Taquaral, Ventura Mall e Gramado estão iluminados de azul.

A HISTORIA E IMPORTÂNCIA DO NOVEMBRO AZUL

O Novembro Azul é uma campanha mundial que conscientiza sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. A doença é a segunda mais comum entre os homens brasileiros, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer. Em 2019, estima-se mais de 68 mil novos casos.

Anualmente, diversas entidades apoiam e promovem ações em prol da causa a fim de que o público masculino se atente mais à própria saúde. É o equivalente ao Outubro Rosa, que alerta para o câncer de mama e à saúde da mulher.

Neste ano, a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) inicia mais uma edição da campanha com o tema “Seja herói da sua saúde” e tem como padrinhos o chef de cozinha Henrique Fogaça e o ex-jogador de futebol Zico.

Surgimento

O movimento nasceu em um pub na Austrália, em 2003, quando Adam Garone, o irmão e um amigo estavam tomando cervejas e conversando. Ao longo do bate-papo, eles acabaram falando sobre a moda dos anos 1970 e como o bigode tinha caído em desuso. O dia terminou com um desafio: passar todos os 30 dias de novembro com bigode.

No país da Oceania, o termo ‘mo’ é uma gíria para a palavra em inglês moustache (bigode) e eles resolveram batizar a ação de Movember – em alusão ao mês de novembro. O desafio teve aderência de 30 homens que, ao final, se reuniram para premiar o pior e o melhor bigode.

No ano seguinte, o grupo quis legitimar ainda mais a iniciativa e, inspirado pelas mulheres que o cercava – e todo o movimento do Outubro Rosa -, pensou na saúde do homem e descobriu que o câncer de próstata é o mais comum entre os homens.

Depois de elaborar uma proposta para envolver o público masculino com a própria saúde, Garone entrou em contato com o CEO da Fundação do Câncer de Próstata australiana. O executivo até gostou da ideia, mas disse que não poderia, como organização ultraconservadora, se aliar a um movimento “divertido”. Mas disse que, se o grupo conseguisse arrecadar fundos para a entidade, a parceria seria feita.

Após a conversa com o CEO, Garone persistiu e, reunindo 450 homens que mantiveram seus bigodes, arrecadou US$ 54 mil que foram doados para a Fundação do Câncer de Próstata. Em 2005, a campanha ganhou mais força, começou a se espalhar por outros países e em 2011 chegou ao Brasil, com o nome que conhecemos hoje, por meio do Instituto Lado a Lado pela Vida (LAL).

No Brasil

No País, as ações vão desde a iluminação de prédios e monumentos históricos com a cor da campanha até intervenções em espaços públicos com orientação de médicos. Palestras e realização de exames também são oferecidos. Em 2018, o LAL promoveu mais de 460 ações que atingiram cerca de 100 milhões de pessoas.

Importância

“A campanha vem crescendo de maneira muito forte nos últimos anos e tem uma importância tão grande quanto a de mama. A doença (câncer de próstata) é perfeitamente curável, desde que detectada precocemente. A campanha visa alertar a população, principalmente a masculina, sobre a necessidade do exame periódico”, diz Geraldo Faria, coordenador da campanha Novembro Azul da SBU.

O exame para detecção do câncer de próstata deve ser realizado a partir dos 50 anos de idade, mas antes disso o homem já pode se consultar com um urologista. Há um grupo de risco em que o tumor é identificado mais cedo e que precisa iniciar o rastreio a partir dos 45 anos: são os homens negros, aqueles com parentes de primeiro grau que tiveram a doença e os obesos.

O Novembro Azul dá ao homem a chance de olhar para a própria saúde de uma forma integral. “É a oportunidade de identificar outros agravos da saúde masculina, é a porta de entrada para identificar, por exemplo, problemas cardiológicos, no trato urinário. Mas o cuidado tem de ser de novembro a novembro”, reforça Faria.

Ações

Diversas entidades, seja do setor público ou privado, se unem para apoiar a causa do Novembro Azul. Neste ano, a programação da Sociedade Brasileira de Urologia será marcada por intervenções em espaços públicos com a presença de urologistas, ligas de urologia das faculdades de Medicina e orientações à população com o Dr. Prost, mascote da campanha.

Monumentos e órgãos públicos espalhados pelo Brasil serão iluminados de azul, como o Palácio do Planalto, no Distrito Federal, e o Palácio Bandeirantes, em São Paulo.

images

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s