Ambientalismo

Marcela promete luta por todas as necessidades de Barão

A ex vereadora e candidata Marcela Moreira (PSOL) promete lutar, na Câmara, por praticamente todas as demandas e necessidades elencadas por parte da população e representantes de bairros, no levantamento feito pelo Jornal de Barão para cobrar compromissos dos candidatos.

Suas principais prioridades e vários anos de experiência são

1) em termos gerais pela participação coletiva da população, a defesa dos direitos das mulheres e o fortalecimento das mulheres na política, o combate à corrupção, defesa da preservação do meio ambiente em geral, animais e contra queimadas, e pela promoção da Cultura e da Arte como formas de economia criativa e solidária (Conforme sua própria carta abaixo) .

2) Em termos específicos de Barão Geraldo Marcela diz priorizar a defesa da preservação das áreas verdes e rurais, da qualidade de vida, da não verticalização (construção de prédios) , pela criação do Parque na Fazenda Rio das Pedras, e também pela defesa dos grupos de Cultura , da Feira de Arte e Cultura e do retorno da aplicação do IPTU recolhido no distrito dentro do próprio distrito “em especial nos bairros mais periféricos“.

Marcela declarou compromisso em lutar por os principais problemas e necessidades de cada bairro . Como o Posto de Saúde na região da Mata, a sinalização do Pontilhão da Zeferino Vaz , por mais ciclovias interligando os bairros, ´pela construção dos corredores de passagem entre a Mata de Santa Genebra e a Fazenda Rio das Pedras e o Rio das Pedras ( na Estrada da Rhodia); pelo saneamento e regularização do Village, pela ampliação da iluminação e criação de acostamento, ciclovias e calçadas nas ruas de ligação entre os bairros Village, Piracambaia, Vale das Garças à Rodovia SP-340; pela ampliação do acostamento e ciclovia na Estrada da Rhodia; pela limpeza e varrição na região central; por garantir local para os trabalhadores de aplicativos; pela melhora de sinalização das ruas do distrito e de pontos de ônibus com cobertura; e pela iluminação, brinquedos e aparelhos de ginástica, pista e campo de futebol nas praças do Jardim Independência, Real Parque, Mata de Santa Genebra e outras praças abandonadas. Entre vários outros. VEJA A RELAÇÃO COMPLETA ABAIXO!

Marcela Moreira nasceu em Barão, é socióloga (fez graduação e doutorado em Ciências Sociais na Unicamp) , já foi vereadora entre 2005 e 2008 – quando fiscalizou e denunciou contra o prefeito Dr. Hélio, e candidata a Prefeita de Campinas em 2016. É presidente do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) Campinas e coordenadora do Instituto Sociocultural Voz Ativa, e que promove projetos de educação para a cidadania, com oficinas de prevenção e combate à violência contra as mulheres; e pela promoção de mulher em espaços de poder;

Veja a íntegra da carta de Marcela

Sou a Marcela Moreira, baronense, professora, socióloga e presidenta do PSOL Campinas. Me formei em Ciências Sociais na Unicamp e faço pós-graduação em Matriz Africana pela UniVida.
Fui vereadora entre 2005 e 2008 e tive como prioridade a fiscalização da atuação do então prefeito Hélio de Oliveira Santos. Várias das nossas denúncias municiaram o Ministério Público/Gaeco nas investigações contra o esquema de corrupção chefiado por ele.
Há 20 anos atuo desenvolvendo trabalhos sociais, incentivando o protagonismo de jovens e mulheres. Participo de conselhos de meio ambiente e das lutas em defesa das Mulheres, Saúde, Educação e Cultura na cidade de Campinas.
Como coordenadora do Instituto Sociocultural Voz Ativa, realizo projetos de educação para a cidadania, com oficinas diversas na área de prevenção e combate à violência contra as mulheres; mulher em espaços de poder; cidadania; democracia e participação popular; mobilidade urbana; sustentabilidade e direito à cidade em escolas, universidades e associações de moradores.
Em 2016, fui candidata a prefeita de Campinas e recebi 15.187 votos. Sempre tive uma luta em defesa do nosso distrito, que cresce de forma desordenada e destrói nossa qualidade de vida. Inclusive, a prefeitura desrespeitou a participação popular no Plano Diretor que apresentou três demandas unânimes nas duas reuniões de levantamento junto à população:
1) Defesa pela não expansão urbana do Distrito, e proteção das áreas verdes;
2) não verticalização e
3) criação do Parque Rio das Pedras.
Por isso, reafirmo meus compromissos:
– Apoio e resgate da história do nosso distrito;
–Lutar para que o IPTU pago no distrito seja revertido para garantir melhorias locais, em especial nos bairros mais periféricos;
– Lutar pela divulgação do turismo local, como acontece em Sousas e Joaquim Egídio;
– Lutar pela implementação do Parque Rio das Pedras;
– Lutar pela manutenção das áreas verdes, com apoio à produção agroecológica e sem agrotóxico;
– Apoiar Feira de Cultura e Arte de Barão Geraldo bem como incentivar novas feiras e espaços coletivos da Economia Criativa no Distrito;
– Lutar para garantir Unidade Básica de Saúde na região do Real Parque;
– Conquistar sinalização, semáforos e iluminação no Pontilhão da Rodovia Zeferino Vaz com a Rua Eduardo Pereira de Almeida;
– Lutar em favor de ciclovias que interliguem os bairros de nosso distrito;
– Lutar pela implementação de Corredor Verde para passagem de animais na Rodovia Zeferino Vaz, entre a Mata de Santa Genebra e a Fazenda Rio das Pedras. O Corredor Verde precisaria também estar interligado ao Ribeirão das Pedras e outros mananciais e pequenos fragmentos na Estrada da Rhodia;
–Lutar pelo saneamento e regularização do Village, para que possamos conquistar o asfaltamento das principais vias;
– Lutar pela ampliação da iluminação e criação de acostamento, ciclovias e calçadas nas ruas de ligação entre os bairros Village, Piracambaia, Vale das Garças à Rodovia SP-340, por um lado, e a Estrada da Rhodia, de outro;
– Lutar pela ampliação do acostamento e implementação de ciclovia na Estrada da Rhodia;
– Lutar pelo combate e fiscalização contra queimadas no distrito, que trazem graves problemas de saúde e ambientais;
– Lutar em favor da Cultura e de grupos culturais presentes no distrito, que muitas vezes precisam sair de Campinas em busca de políticas públicas;
Lutar pelo fortalecimento e integração do Turismo em Barão e da criação do Turismo Histórico a partir do tombamento e preservação de vários imóveis históricos; – Lutar pela limpeza e varrição na região central, que está tomada por lixo e sujeira nas calçadas;
– Lutar para garantir local e condições adequadas para os trabalhadores de aplicativos;
– Apoiar a organização da Festa do Boi Falô, resgatar e apoiar a festa de aniversário de Barão e a Volta da Independência, no dia 30 de dezembro;
– Lutar pela melhora de sinalização das ruas do distrito e garantia de implementação de pontos de ônibus com cobertura;
– Lutar pela implantação de iluminação, brinquedos e aparelhos de ginástica, pista e campo de futebol nas praças do Jardim Independência, Real Parque, Mata de Santa Genebra e outras praças abandonadas.

Marcela Moreira

PSOL 50.001

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s