Arte&Cultura

Érika quer promover turismo e cultura e reurbanização do Village

A candidata Érika Almeida (PSL 17202), moradora do Village Campinas foi a última a responder nossa relação de propostas e problemas de Barão, que porém respondeu parcialmente. Formada como enfermeira, e saindo a primeira vez como candidata, Érika é cantora , tem 29 anos e promete atuar com projetos na área cultural e artística, criar um projeto de apoio a deficientes visuais . Para Barão era quer promover o turismo em todos os campos e fazer uma reurbanização no Village Campinas

Érika disse que sua prioridade é atuar ampliando o campo cultural na cidade ( “realizar mais eventos, feiras, shows) com a participação ativa e direta dos artistas regionais e dar oportunidade de nossos artistas serem reconhecidos em nossa cidade“). E uma proposta é fazer convênio com os artistas da Unicamp. Também promete projetos para levar programa de música para as escolas públicas, “incluir como matéria na grade escolar, e fazer com que as crianças, adolescentes despertem possíveis dons para tal modalidade“.

Projeto social de apoio aos cegos

Ela quer criar um projeto para apoiar, defender e incluir os deficientes visuais na sociedade como um todo, começando por um dos locais de mais fluxo de pessoas na cidade e de difícil acesso para os deficientes: os terminais de ônibus, colocar monitores para auxiliar os deficientes a se locomover até os ônibus, “utilizando-se de um apito como ferramenta de identificação para os monitores, uma vez o apito soado, o monitor se dirige até a pessoa e o guia até seu destino“.

Reurbanização do bairro Village-Campinas.

Erika quer lutar por melhorias na avenida principal do Village, reurbanização da praça central do bairro, solicitar limpeza da praça, colocação de academia ao ar livre, solicitar construção de fazer quadras de esporte, playground para as crianças, e desenvolver projetos nesse espaço para tirar as crianças e adolescentes das ruas, tais como : cursos, aulas de educação física, dança, teatro. Érika promete lutar pela lei de zoneamento que impede o bairro de ter comércios. “Qs moradores do Village precisam de comércio aqui, muitas pessoas não tem como sair do bairro e ir para o Guará ou Barão para ir em farmácia, mercado, etc.

Implantar o turismo em Barão

Èrika disse que quer implantar o turismo em Barão Geraldo, “É uma região rica em historias que fazem parte da nossa vida, e do futuro da nossa população baronense.” Segundo ela, com o turismo em evidencia, o mercado de trabalho irá gerar muitos empregos, e o ideal é valorizar cada vez mais nosso distrito.
Ela defende a integração e fortalecimento do potencial turístico do distrito
através por exemplo de criar um Grupo de Trabalho com a Prefeitura para organizar uma integração dos diversos tipos de turismo e criar um roteiro histórico em Barão

VEJA O TEXTO QUE ELA ENVIOU

“Érika Almeida da Silva, conhecida como “Érika Almeida” , a cantora.
Campineira de alma e coração, se mudou para a cidade com a família( pai, mãe e irmão) há quinze anos, para tentar uma vida melhor, vinda de uma família humilde. Pai pedreiro e mãe empregada doméstica. Aos poucos foi conquistando espaço com seu talento que é a música. Cantora que começou na igreja tocando teclado, já participou de eventos grandes tais como: rodeios, shows, programas de TV e rádio,eventos beneficentes, bares da cidade.
Tem uma trajetória linda na música, mas seu maior dom é transmitir amor, carinho e afeto através da música, foi a forma que ela escolheu para se aproximar das pessoas e mostrar para elas o quanto tem um coração bom e humilde e o quanto pode ajudar levando sua arte e mostrando que tudo pode ser possível.

“Quero atuar com projetos na área cultural e artística.”

Ampliando o campo cultural na cidade ( realizar mais eventos, feiras, shows)com a participação ativa e direta dos artistas regionais ( dar oportunidade de nossos artistas serem reconhecidos em nossa cidade).
Levar programa de música para as escolas públicas, incluir como matéria na grade escolar, e fazer com que as crianças, adolescentes despertem possíveis dons para tal modalidade.

PROJETO SOCIAL

Apoiar, defender e incluir os deficientes visuais na sociedade como um todo, começando por um dos locais de mais fluxo de pessoas na cidade e de difícil acesso para os deficientes: aos terminais de ônibus, colocar monitores para auxiliar os deficientes a se locomover, a certo ônibus, utilizando um apito como ferramenta de identificação para os monitores. Uma vez o apito soado, o monitor se dirige até a pessoa e o guia até seu destino.

Reurbanização do bairro Village-Campinas.

Melhorias na avenida principal, reurbanização da praça central do bairro, limpar a praça, colocar academia ao ar livre, fazer quadras de esporte, colocar playground para as crianças, desenvolver projetos nesse espaço para tirar as crianças e adolescentes das ruas, tais como : cursos, aulas de educação física, dança, teatro. Lutar pela lei de Zoneamento que impede o bairro de ter comércios. Os moradores do Village precisam de comércio aqui, muitas pessoas não tem como sair do bairro e ir para o Guará ou outro de Barão para ir em farmácia, mercado, etc.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s