Bairros

Descaso da Prefeitura faz crescer sensação de abandono em Barão

O crescimento de mato alto nas ruas e praças de Barão resultante das chuvas, a continuação de algumas ruas cheias de terra e a redução e falta de ônibus – inclusive para Paulínia vem fazendo crescer a sensação de abandono de Barão Geraldo pela Prefeitura. Anualmente moradores e comerciantes das ruas Dr.Heitor Nascimento, Maria Tereza Dias da Silva e Luiz Piva são afetados com a inundação do Ribeirão das Pedras.

A inundação ocorrida no dia 2 de fevereiro após uma chuva de poucas horas trouxe transtornos e prejuízos a diversas pessoas, mesmo aqueles que não são atingidos diretamente porque o fluxo de veículos ficou parcialmente interrompido. Até há carros que tiveram perda total na inundação No dia seguinte, a subprefeitura mandou limpar o entroncamento das três ruas (onde acontece a feira) porém ainda ficou muita terra desde a rua de cima (Heitor Nascimento) e Luis Piva e nesse período de chuvas, ela vem descendo toda a terra e fazendo um lamaçal no mesmo entroncamento.

E as reclamações continuam. o morador Maurício Primo cobra há anos não apenas que sejam feitas obras contra inundações como a presença da prefeitura recolhendo a terra e lama “Na hora de cobrar o altíssimo IPTU o carnê já chegou e não podemos se recusar a pagar, ne? E cadê o retorno? Nenhum! Falta a prefeitura cumprir sua parte e sem mentir que limpou.” “É uma situação recorrente sem que providências sejam tomadas apesar de ser do conhecimento do atual secretário de serviços públicos Ernesto Paulella que conheceu toda a situação em maio de 2019 quando também era secretário e se reuniu (no local) com a presença do vereador Paulo Haddad com diversos moradores e empresários, prometendo providências e dizendo ser uma obra simples.

“A prefeitura e a subprefeitura de Barão Geraldo deveriam ser mais presentes quando isso ocorre. Primeiro são as águas, depois a lama e por último a poeira, e até hoje (10/02) é possível presenciar o descaso citado. Ficou tudo no esquecimento, e nem um caminhão pipa se prontificaram a enviar para lavar as referidas ruas, mas o aumento do IPTU é sempre lembrado. ” – disse o morador Eduardo Pinheiro

O subprefeito Osvaldo Kaize informou que foi feita limpeza e lavagem no dia seguinte à enchente mas era uma quantidade muito grande de terra além do que acumulou depois. Kaize disse irá mandar máquinas para raspar e recolher a terra e lavar as ruas na próxima semana. Ele acredita que esse serviço será feito até a próxima quarta , dia 17/2″

Até quarta feira no máximo vamos fazer uma raspagem do excesso de terra que ainda está e vamos lavar novamente os três pontos em que foi feita a limpeza nas três ruas

“Sobre a roçagem e capinagem das ruas e praças Kaize informou que essa semana foi feita um mutirão de limpeza em vários locais e pede um pouco de paciência para aguardar o término das licitações e contratação da mão de obra que fará esse serviço emergencial (fotos de Mauricio Primo e Eduardo Antônio Pinheiro)

Sobre as obras anti enchente – que o próprio prefeito mandou averiguar em janeiro – aguardamos respostas da Secretaria de Comunicação.


estado em que ficou a rua Heitor nascimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s