Politica

COVID cresce 37% e aponta risco de “3ª Onda” e medidas restritivas na região.

A Prefeitura de Campinas acendeu um alerta nesta terça-feira, 25 de maio, em relação ao aumento de 36,7% em casos de Covid-19 nos últimos 14 dias. Caso os indicadores se mantenham em crescimento nos próximos dias, medidas restritivas serão adotadas. A informação foi divulgada durante transmissão ao vivo na internet. Diante deste cenário, o prefeito Dário Saadi pediu colaboração dos moradores da cidade para que tomem todos os cuidados e evitem aglomerações.

De acordo com o prefeito, o aumento chama a atenção de todas as equipes técnicas de Vigilância em Saúde e da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar. “Nós temos acompanhado o volume de atendimentos de pacientes com suspeita de Covid nos nossos centros de saúde e nos gripários, que cresceu 36% nas últimas três semanas. Além disso, há 15 dias, 600 pessoas estavam internadas com Covid em Campinas. Hoje, temos 750”, disse.

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), Andrea von Zuben, explica que o número de pessoas que estão sendo atendidas em centros de saúde com sintomas respiratórios é um indicador usado em Campinas, que mostra que o aumento desses atendimentos faz crescer a probabilidade de casos hospitalares.

Em relação à positividade dos testes de Covid também houve um aumento de cerca de 30% nas duas últimas semanas. “Quanto maior os casos positivos, maior circulação do vírus e risco de agravamento”, explicou a diretora.

Faixa etária

Desde 11 de maio, a predominância de casos é na faixa etária entre 20 e 59 anos, sendo que a maior concentração está nas pessoas entre 30 e 39 anos. “A gente tem recebido inúmeras denúncias de aglomerações, de festas. As pessoas acreditam que o risco é baixo em uma festa com amigos ou familiares, que não tem problema”, afirmou. “Além do risco de agravamento em razão da variante P1, há a possibilidade de levar o vírus para outras pessoas que tenham alguma doença, por exemplo.”

A maior parte das internações é de pessoas com idade entre 40 e 69 anos, com predominância em pessoas de 40 a 49 anos.

Estamos pedindo, mais uma vez, a colaboração de toda a população, principalmente das pessoas mais jovens. Vamos evitar aglomerações em casa, restaurante, chácaras, mesmo que seja com amigos ou parentes, pois essas pessoas também transmitem o vírus. Estamos em um sinal de alerta muito importante. Se esses indicadores continuarem apontando para um agravamento da pandemia, nós seremos obrigados a tomar medidas mais duras”, disse o prefeito.

PORCENTAGEM DOS ÍNDICES DE INTERNAÇÃO





Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s