Ambientalismo

Mais uma queda de galho destrói veículo na Vila São João

Mais um galho caiu sobre um carro na Vila São João. Dessa vez o galho caiu sobre o carro de um morador, Fabio Russo, da rua Raul de Sousa (rua de entrada do bairro) com as chuvas de terça de manhã. Como se sabe na entrada da Vila há um terreno fechado com várias figueiras antigas, árvores são de grande porte, cujos galhos atravessam a rua e chegam até à entrada das casas. Mas não houve vítimas.

Russo informou que mora de frente para o terreno e tem uma figueira cujos galhos chega até sua casa. E nesta terça, seu carro estava parado na porta da casa dele e, por volta das 6h da manhã, estava chovendo forte e ele ouviu um barulho forte. Sua esposa pediu pra ele averiguar, mas ele só foi ver às 7:30h quando descobriu que seu carro havia sido atingido por um dos galhos que caiu e destruiu um pouco do carro.

Ele desabafa: “Não é a primeira vez que isso acontece comigo, é a segunda, e foi desastroso.” Fábio cita que é a 5ª vez que ele presencia esse tipo de acidente e faz um apelo de poda urgente. Pois se preocupa, caso aconteça novamente que alguém se torne uma vítima fatal, “pois os galhos são muito grandes e há risco constante de queda“.

O carro foi levado para a mecânica e ainda não obteve respostas da seguradora se será possível arrumar ou se deu perda total e registrou Boletim de Ocorrência. Fabio comenta que também acionou a Defesa Civil pelo risco e perigo da árvore fazer alguma vítima no local e para tomar algum tipo de providência. E que também reivindicará perdas e danos da Prefeitura, “para que paguem o prejuízo“.
Segundo ele também foi cogitado de protocolar uma ação no Departamento de Parques e Jardins (DPJ), “o que de cara descartaram a possibilidade, pois alegaram o critério de funcionamento é em caso de morte, o que é um absurdo“. – declarou

MORADORES JA PEDEM PODA DESDE SETEMBRO

Segundo ele os moradores já haviam solicitado a poda de árvore que caiu sobre seu carro, e que ele tem cópia de vários documentos que também nos foram enviados. “A Prefeitura foi notificada por diversas vezes. Chegou a estipular prazo de 90 dias para execução de poda, e não foi cumprido.

Fabio também informa que os moradores da Vila já pagaram para um especialista fazer uma inspeção para ver a real situação das árvores de galhos pesados e altos, que reforça a importância de retirada e poda.

“Também foi feito um abaixo assinado e não obtiveram resposta, nada foi feito”.

Copias abaixo

(por Marlene Ferreira)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s