Ambientalismo

Campinas participa de ação internacional da Rede URBAN95 pelo “Mês da 1ª Infância”

O município de Campinas está entre as 10 cidades brasileiras que participarão, a partir deste domingo, 22 de agosto, de um projeto de intervenção urbana para chamar atenção da sociedade sobre a importância de políticas públicas que priorizem gestantes, bebês, crianças e cuidadores.

A mobilização, organizada pela Rede Urban95, marca o Mês da Primeira Infância, celebrado pela primeira vez no Brasil. A escolha de um mês específico para retratar o assunto reforça a mobilização da sociedade civil, a criação de políticas públicas e a visibilidade do tema.

Na próxima segunda-feira,23/8 a partir das 19 horas, serão projetadas mensagens relacionadas à primeira infância na fachada do Paço Municipal. O engajamento do município nesta iniciativa está atrelado ao Plano Primeira Infância Campineira (PIC) coordenado por Thiago Ferrari.

“O Comitê do PIC vem atuando para implementar as ações que foram definidas no plano. Nossa parceria com a Rede Urban95 é mais um passo nesta direção o que fortalece o nosso trabalho”, comentou Thiago Ferrari.

De acordo com os organizadores das projeções urbanas, o objetivo é promover, desenvolver e fortalecer programas e políticas públicas voltadas ao bem-estar e qualidade de vida das crianças de 0 a 6 anos nas cidades brasileiras.

“Para a Rede, pensar na infância é atender pais e cuidadores com serviços públicos de qualidade, é preservar os espaços públicos limpos e iluminados, é pensar em intervenções urbanas lúdicas como parte de todas as ruas, com o objetivo de dar pleno atendimento aos direitos dos bebês e crianças pequenas.” disse Ferrari.

Sobre a Urban95

A Urban95 é uma iniciativa global que busca incluir a perspectiva de bebês, crianças pequenas e cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e nos programas e serviços oferecidos nas cidades. Por isso, considera a experiência de uma criança de três anos de idade que, em média, tem até 95cm de altura.
O projeto apoia os municípios na elaboração de diagnósticos locais sobre a experiência e o acesso do público infantil e seus cuidadores aos espaços urbanos, disponibilizando dados para embasar a construção de políticas públicas mais assertivas para a primeira infância e alinhadas a outras agendas estratégicas locais.

A secretaria estratégica da Rede, composta pela Fundação Bernard van Leer e Instituto Cidades Sustentáveis, oferece apoio técnico nos temas de urbanismo e mobilidade, com foco em crianças pequenas e seus cuidadores, além de uma consultoria para o aprimoramento de ações e políticas públicas na área.

Abaixo segue a agenda de projeções nos municípios envolvidos:

22/08 – Brasília (DF) | Congresso Nacional
23/08 – Campinas (SP) | Paço Municipal
24/08 – Jundiaí (SP) | Ponte Torta
25/08 – Caruaru (PE) | sede da Via Parque
26/08 – Aracaju (SE) | Arcos do Atalaia
27/08 – Fortaleza (CE) | Centro Cultural Belchior
28/08 – Crato (CE) | Museu Histórico do Crato
29/08 – Niterói (RJ) | MAC
30/08 – Pelotas (RS) | Praça Cel. Pedro Osório
31/08 – Brasiléia (AC) | Praça Hugo Poli

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s