Falecimentos

Nota de falecimento Luzia Adami Vicentin

Informamos o falecimento da baronense Luzia Adame Vicentin, aos 85 anos no dia 8/9 em sua casa.

Segundo sua filha Cristina dona Luzia tinha fibrose pulmonar, diagnosticada em julho do ano passado e vinha fazendo tratamento e muito cuidado por conta da pandemia. Porém ha pouco mais de um mes, em agosto passado, começou a piorar o quadro, tendo que ser internada na Casa de Saúde onde ficou 4 dias na UTI. Após a alta, ficou dois dias em casa mas voltou a piorar retornando ao hospital ainda em agosto, onde ficou mais 7 dias. Então retornou para sua casa, na segunda dia 6/9, e na quarta dia 08/09, não resistiu. Dona Luzia foi sepultada no Cemitério da Saudade no dia seguinte

Luzia nasceu no dia 15 de março de 1936 no sítio de seus pais Antônio Adami e Itália Burato Adami em Barão Geraldo. teve 5 irmãs e 4 irmãos. Estudou na infância até a 4ª série e trabalhou no sítio de seus pais até a adolescência. Aos 17 anos se mudou para o Guanabara pra ir trabalhar na fábrica de tecidos de “Tecelagem Isolino Siqueira”, onde saiu pra se casar aos 22 anos em 1958.

Casou-se com Atílio Vicentin aos 22 anos com quem teve 4 filhos e o acompanhou pela vida toda. Foram casados 54 anos. Segundo Cris dona Luzia sempre gostou muito de música, era muito alegre, tinha um violão que arranjava em festas caseiras…

Dona Luzia sempre frequentou assiduamente a Igreja de Santa Isabel, onde sempre fazia a coleta das ofertas. Além disso sempre ajudava instituições de caridade como o Bom Pastor, fazia doações semanais ao Boldrini e outras. Segundo Cris dona Luzia fez muito pra muitas pessoas, nunca pedindo nada em troca, mas, sempre quis discrição pelas ajudas que prestou. “Sempre foi uma pessoa muito boa, acolhendo e ajudando a todos que pedia sua ajuda. A casa de meus pais sempre estava aberta a quem precisasse: um almoço, um café, uma ajuda, ela nunca negou a ninguém“.

A foto enviada por Cris mostra o prazer dela em fazer sua primeira tatoo aos 85 anos “até o tatuador disse que foi a pessoa mais idosa que ele já havia feito…Essa foto gerou muitos comentários e curtidas no face…. Acho interessante porque mostra um lado irreverente dela que as pessoas já conheciam.”

Além dos 4 filhos, dona Luzia deixou 6 netos e 2 bisnetos.

O Jornal de Barão lamenta sua passagem e envia nossos sentimentos.

Sua Missa de Sétimo Dia será nesta quarta na igreja Frei Galvão as 19:30 hs.

(AB)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s