Grande Campinas

Haitiano de Barão é assassinado em Paulínia

A Polícia Militar de Paulínia encontrou o corpo do haitiano Rony Paulime em um canavial próximo Cemitério das Palmeiras e ao bairro Matão de Sumaré em Paulínia neste domingo 10/10 à noite. Ele estava a cerca de 500m do carro ONIX com que trabalhava mas que não era dele. Segundo disse o sargento Camargo seu corpo tinha marcas de agressões, pedradas e perfurações no corpo (provavelmente com chave de fenda). O vidro do carro foi quebrado a pedradas. A Polícia Civil registrou como latrocínio (roubo seguido de morte) como possível causa da morte. Mas ainda investiga a motivação

Segundo informou o sargento Camargo a Polícia descobriu que ele saiu de sua igreja por volta das 13 horas e não apareceu na lanchonete em que trabalhava como chapeiro no bairro Matão em Sumaré. Até que alguns ciclistas que pedalavam pela região avistou um carro possivelmente abandonado e publicaram sobre o carro em um grupo de whats app. A notícia chegou ao conhecimento do dono do carro que foi até o local e constatou que era o carro dele.

Segundo informações de várias pessoas Rony veio a 7 anos para o Brasil e morava próximo ao mercadinho Brasinha no Real Parque. Tinha 34 anos era evangélico, casado e tinha uma filha de 2 anos. Ele trabalhava durante o dia como motorista de Uber com o carro de outro proprietário e à noite trabalhava como chapeiro em uma lanchonete em Sumaré.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s