Bairros

Como previsto, chuva alaga ruas próximas a passagem do Rio das Pedras (entrada do Barão do Café )

Bastou uma chuvinha de poucas horas e a rua Maria Tereza Dias da Silva (a rua da feira) ficou alagada como previsto (como todos os anos). Já que a Prefeitura não aumenta a vazão do Rio da Pedras e nem a passagem de fauna.

Conforme o morador e jornalista Eduardo Pinheiro (fotos) a “rua da feira” está dessa forma depois das chuvas de ontem A Feira se afastou um pouco mas esta funcionando. A lama se prolonga pela rua Heitor Nascimento que fica atrás e margeia o Rio das Pedras. Segundo Eduardo até a hora do almoço a Prefeitura ainda não havia mandado lavarem a rua.

Segundo o morador Maurício Primo o técnico Alexandre da Subprefeitura informou que após a feira, iriam visitar o local para decidirem sobre as ações a serem tomadas. “Além de lavar as ruas a primordial ação é resolver esta questão que se estende há décadas por pura falta de interesse e compromisso público e social” – disse Primo.

O subprefeito Osvaldo Kaize mandou uma equipe limpar hoje o excesso do barro na esquina das ruas Maria Tereza com Heitor Nascimento que foi acompanhada com uma pessoa da prefeitura. Importante frisar que embora seja louvável a atitude, esse trabalho é excessivo para apenas uma equipe tirar o excesso no carrinho de mão. Mas conforme disseram os moradores é preciso atentar para o excesso de terra e poeira que fica nas ruas. “E como essa terra e poeira pode ser tóxica para a saúde das pessoas”, disse Eduardo. Seria necessário uma lavagem com caminhão pipa para fazer uma limpeza completa. E estamos apenas no início da temporada de chuvas.” – declarou.

A Secretaria de Comunicação informou que houve seis alagamentos de imóveis, no Jardim Madalena, duas no Núcleo Residencial Gênesis, duas no Parque Imperador, e um na Chácara Primavera. Além disso houve três quedas de árvores e de um galho, no Taquaral no Parque das Flores e no Parque Ceasa, e um galho na Fazenda Santa Cândida. (parque Ceasa fica em Barão) Não houve feridos. “Campinas está sempre em alerta para chuvas. A Defesa Civil conduz, todos os anos, a Operação Verão, força-tarefa que reúne várias secretarias e órgãos municipais para executar ações baseadas em um Plano de Contingência, com a adoção de medidas de prevenção a desastres tendo como referência o acompanhamento de índices pluviométricos, a previsão do tempo e as vistorias de campo. ” A SECOM também informou que ja foram construídas passagens de fauna Porém foram aéreas. Uma delas no final da Estrada da Rhodia. O que não resolve o caso dos animais atropelados NESSA ÁREA próximo à Romana (onças, cobras e cachorro do mato.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s