Arte&Cultura

Fábrica de Holambra tem 131 funcionárias e apenas 15 trabalhadores homens

São quase 10 mulheres para cada homem no corpo de colaboradores da SBW do Brasil, maior biofábrica de plantas do mundo usando tecnologia TIB – (imersão temporária em biorreatores) localizada em Holambra/sp. No total são 131 mulheres para apenas 15 homens. Além disso, o comando é de uma mulher também: a holandesa Conny de Wit responde como CEO da SBW.

O trabalho das mulheres é importante pois, com foco e dedicação elas realizam tarefas muito delicadas de cortar minúsculas mudas contribuindo com qualidade e eficiência ao processo para transformar quinze mudas, 100% limpas, em outras mil dentro de recipientes com biorreatores.

Com a ajuda da qualificada mão de obra feminina a SBW tem hoje capacidade de produção de mais de 100 milhões de mudas de cana de açúcar ao ano e vem mantendo crescimento médio de mais de 30% ano desde 2017.

A funcionária Valéria da Silva Pereira, é portuguesa e trabalhou nos laboratórios da SBW na Holanda antes de vir para o Brasil em 2017. Ela considera muito importante o trabalho que faz. “É muito gratificante saber que muitas plantas que estarão nos campos culturáveis do Brasil passaram pelas minhas mãos. O processo de reprodução das mudas começa com este repicar das mudinhas. Depois de selecionada uma, ela reproduzirá milhares e milhares de outras. Como mulher me sinto realizada com o trabalho que faço”.

texto e foto Gilberto Gonçalves

A holandesa Conny de Wit é a CEO da SBW – Coordenadora Geral da empresa
a portuguesa Valéria da Silva Pereira trabalhou na Holanda antes de vir para o Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s