Ambientalismo

Caminhada na Mata “Procurando o Corpo Seco” terá nova data no final de agosto

As inscrições para a Caminhada noturna “Procurando o Corpo Seco” na Mata Santa Genebra se esgotaram rapidamente e por isso a Fundação José Pedro de Oliveira realizará uma nova edição da caminhada noturna gratuita pelo interior da Mata de Santa Genebra somente no dia 28 de agosto, às 19h. Isso ocorreu devido à imensa procura dos interessados em participar do projeto ‘Procurando o Corpo Seco’, as 400 vagas disponíveis para os dias 14, 15, 21 e 22 de julho, às 19h, esgotaram-se horas depois do início das inscrições anunciadas no site da Prefeitura. Os interessados poderão se inscrever para a próxima data no dia 19 de agosto.

A atividade noturna tem um roteiro de aproximadamente 5 km de trilha e será monitorada por técnicos e biólogos, e acompanhada por narrações de histórias sobrenaturais. O evento é uma realização da Fundação José Pedro de Oliveira, gestora da Mata, com o grupo criativo de Campinas ‘O que te Assombra?’, e conta com o apoio da Secretaria de Cultura e Turismo de Campinas.

Na ocasião, os interessados deverão reunir-se no ponto de encontro que fica na sede da Fundação, localizada na Rua Mata Atlântica, 447 – Bosque de Barão Geraldo, Campinas.

“Procurando o Corpo Seco” não aborda as versões das lendas em Barão.

Por ter sido idealizado pelo grupo “O que te Assombra? ” que pesquisa e conta antigas lendas de Campinas o grupo não aborda as versões antigas das lendas de Barão Geraldo e sim as lendas e versões bastante diferentes de Campinas.

Além de ser o lar de milhares de espécies e de possuir fauna e flora exuberantes, a Mata de Santa Genebra também ao menos uma lendas ou história sobrenatural: “A lenda do Corpo Seco” é uma das histórias assustadoras da floresta que serão contadas durante as caminhadas noturnas. porém a versão da lenda é diferente da que era contada em Barão Geraldo.

Veja a versão do “Corpo Seco” de Barão

Conforme a pesquisa realizada pelo historiador Warney Smith Silva, os antigos moradores de Barão diziam que por volta da meia noite, nas noites de lua cheia, as ruas de Barão não eram iluminadas e viviam desertas e raríssimos andavam nas ruas (a hora de dormir era 19h e de acordar 4 ou 3 da manhã). Contavam então que, nos anos 1930-40 algumas pessoas viram um homem bem vestido de chapéu preto e com um grande sobretudo importado andando a cavalo e armado de uma espingarda em direção à Mata (na época se chamava “bairro da Mata” que pertencia à Santa Genebra, mas moravam algumas pessoas). O detalhe é que o homem não tinha os olhos (apenas buracos), era extremamente magro e parecia não respirar .

Como vestia-se igual ao antigo proprietário da Fazenda Santa Genebra, José Pedro de Oliveira (morto de tuberculose em 1933) logo os baronenses acreditavam que se tratava do “Corpo Seco” dele. Uma espécie de “zoombie” de José Pedro que “vagava” pelas ruas . Porém apenas o corpo, sem a alma….

A versão que será contada é a da Mata, que é bem diferente dessa que foi contada por seu Nicola Pacci

O passeio terá outros personagens do imaginário da cidade que, com o passar dos anos, foram esquecidos pelo tempo, como por exemplo o Lobisomem de Campinas, a versão campineira do “Boi Falou” (também diferente da versão baronense), o Anhangá e outras figuras míticas da nossa floresta. Todas as histórias que serão contadas trarão, junto com as lendas, muitas lições socioambientais. A caminhada é recomendada para crianças acompanhadas dos responsáveis e adultos que tenham muita coragem e disposição.

(AB)

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s