Educação

Saúde mental no trabalho: leve muito a sério

Um dos assuntos comentado no mercado de trabalho, principalmente nos últimos anos é a saúde mental. E para quem é empresário não pode fechar os olhos para esse problema. “Essa sensação vai interferir na capacidade de assumir responsabilidades e cumprir metas, no engajamento com os compromissos das empresas e nos relacionamentos interpessoais”, alerta André Minucci, Mentor e CEO da empresa Minucci RP.

De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Pearson (uma empresa de educação) afirma que para 71% dos entrevistados no Brasil, as organizações deveriam oferecer serviços gratuitos de saúde mental aos colaboradores.

São dois aspectos fundamentais a serem analisados quando o assunto é saúde mental no trabalho: o psicológico e o emocional. A saúde mental sempre foi vista como algo a ser abordado apenas clinicamente, ou seja, algo relacionado quase que exclusivamente aos cuidados com a vida pessoal. Há uma variedade grande de transtornos mentais que afetam os colaboradores de uma empresa. Vamos citar os principais, conforme a Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT).

Depressão

Segundo levantamento de 2019 sobre saúde no território nacional, promovido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 10% da população tem com esse problema, que pode levar à perda da autoestima, à redução das atividades que requerem esforço físico e mental e, a pensamentos de inferioridades, com tendências suicidas. É doença, sim, e precisa urgentemente de apoio clínico.

Ansiedade

Surgem diferentes sintomas físicos e emocionais que atrapalham o dia a dia, como a cobrança e dificuldade com prazos, são exemplos de ansiedade nas empresas. Para controlar os sintomas é preciso fazer: atividade física, ter um sono regulado e uma dieta saudável.

Síndrome de burnout

Trata-se de um transtorno ainda recente, mas diretamente relacionado ao trabalho. Na pandemia, por exemplo, houve muitos casos e surge exatamente a partir de várias situações de estresse no próprio emprego. O trabalhador pode se desgastar muito rápido a ponto de não conseguir mais assumir nenhuma tarefa.

Quais ações a empresa pode promover para ajudar o colaborador?

Ações para fazer com que o colaborador se sinta bem é primordial para o cuidado com a saúde mental dos colaboradores. “São ações que vão ajudar a fortalecer a confiança e a boa relação – que toda empresa se orgulha em formar. É preciso ir muito além. Posicionar-se como uma empresa inovadora com treinamentos de inteligência emocional, humanizada no mercado. Acentua Minucci.

São atitudes práticas, simples e indispensáveis:

Formação de equipes com psicólogos organizacionais disponíveis para sessões de plantão psicológico dentro da própria instituição;
Oferta de benefícios flexíveis voltados para o lazer, acesso à cultura e a promoção do entretenimento; atividades que garante diversão e desconexão dos colaboradores com a rotina de trabalho;

Divulgação de serviços psicológicos externos que atendam gratuitamente ou em parceria com a organização.

Para mais informaConfira as nossas redes sociais –
Facebook e instagram: @minuccirp e @andreminucci

Mariana Martins

para o “mentor de empresários” André Minucci as empresas são responsáveis pela Saúde Mental dos colaboradores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s