Bairros

Dário decreta 1º “cinturão” de segurança de Campinas no bairro Terras “do” Barão


Uma cerimônia na noite desta segunda-feira, dia 5 de setembro, marcou a assinatura de decreto municipal criando o Cinturão de Segurança (CIS) no Terras “do” Barão” no próprio local. O Cinturão é a colocação de grades fechando a maioria das ruas do bairro que não será fechado totalmente pois qualquer pessoa poderá entrar. Haverá apenas uma entrada e saída (para a av Honório Chiminazzo) e controle de acesso nas portarias por vigilantes e câmeras. ALém do Prefeito, participaram a secretaria de Planejamento Carolina Baracat Lazinho, o secretario de Segurança Christiano Biggi e o vereador Marcelo Silva, representando a Câmara, além de mais de 50 moradores do Terras. (VER FOTOS ABAIXO). Foi o vereador quem fez o primeiro ´pedido e trabalhou pela aprovação do CIS junto à Secretaria.

O prefeito Dário Saadi esteve na sede da Associação dos Proprietários do Terras “do” Barão para assinar o decreto oficializando a criação do Cinturão de Segurança. 

É uma alegria muito grande aplicar essa lei nova. Quero parabenizar os moradores que souberam ter paciência e esperar. Esses processos não são fáceis, pois pode haver questionamentos. Tudo tem que ser muito bem feito, com amparo legal. Como o Terras do Barão foi o primeiro Cinturão de Segurança a ser aprovado nesta nova fase, também ajudou a criar um fluxo para tramitação de processos semelhantes dentro da Prefeitura”, disse o prefeito aos moradores presentes.

Segundo a secretária Carolina, esse é o primeiro mecanismo desse tipo aprovado em Campinas dentro das disposições da atual Lei de Uso e Ocupação do Solo (lei 208/2018), que permite realizar controle de acesso às ruas em horários determinados. Ela  destacou a inovação da atual Lei de Uso e Ocupação do Solo ao permitir, dentro da legalidade, mais uma alternativa de segurança urbana. “O Cinturão de Segurança é instrumento novo, permitindo a colocação de cancelas que são fechadas à noite para o controle do acesso. Foi uma construção coletiva que buscou atender à demanda de todos”, disse Baracat. Segundo a secretária, atualmente, há 23 solicitações para criação de CIS tramitando na Prefeitura.

A presidente da Associação dos Proprietários do Terras “do” Barão, Elisângela Rodrigues Nalon, agradeceu a todos e lembrou a importância do decreto para a comunidade local, que há anos luta para trazer mais segurança ao residencial.

O senhor não sabe a diferença que vai fazer na nossa vida, sua sensibilidade social” foi fundamental para a realização do sonho dos moradores de ter o Cinturão de Segurança no loteamento. Essa é uma luta de todos. Essa é uma conquista de todos”, falou emocionada aos moradores, que acompanharam a cerimônia em uma festa de rua com música ao vivo e trailers com comidas e bebidas.

Normas do Cinturão

A criação do Cinturão de Segurança (CIS) não é exatamente um fechamento do bairro, mas permite controle de acesso de pessoas e veículos. Segundo disse Nalon, o processo da Associação do Terras do Barão solicitando a medida está em trâmite desde agosto de 2019 na Prefeitura. E com esse decreto, a autorização permitirá que a associação de moradores instale uma portaria e 13 cancelas, em locais determinados, para controle de acesso. “Entre 8h e 18h, a entrada será livre para veículos e pessoas. Apenas após 18h e antes das 8h as cancelas serão fechadas checando os motoristas, sem proibir o acesso.” Conforme Nalon, o loteamento Terras do Barão tem 608 lotes e 23 quarteirões.

Centro Cultural Casarão de fora

A Prefeitura e a Associação acabaram aceitando uma proposta colocada pelo Jornal de Barão e vários moradores (embora eles não levam isso em consideração): O acesso ao Centro Cultural Casarão ficará de fora do perímetro do cinturão a pedido dos gestores do Casarão que é administrado pela Secretaria de Cultura e Turismo, para não criar impedimentos aos frequentadores dos eventos artísticos. Por isso, essa Secretaria de Cultura deu parecer no processo orientando a retirar a área do casarão do CIS, e a Associação resolveu aceitar.

Segundo a secretária Baracat, também estão fora do CIS duas ruas de acesso classificadas como importantes para escoar o tráfego na região (vias coletoras): a Rua Wagner Campos Dias e a Rua Honório Chiminazo. “Essas vias permitem ligação com a Estrada da Rhodia e dão acesso a outras regiões do Distrito e por isso não ha como inclui-las”.

A secretária disse que o decreto será publicado no Diário Oficial do Município autorizando a implantação do cinturão, de acordo com o definido no documento. E que pedidos para criação de cinturão de segurança são analisados pelo Grupo Técnico (GTCIS), que reúne servidores da Seplurb e da Emdec, responsáveis por analisar e aprovar ou não a solicitação.

(AB)

IMPORTANTE ( colocamos aspas na preposição “do” que significa pertencimento, porque as terras do bairro NUNCA pertenceram a nenhum Barão no passado. (as terras do Barão Geraldo iam da entrada de Barão e a região da Mata S Genebra e pegavam todas as terras de ambos os lados da Rodovia Zeferino Vaz para Campinas até a Fabrica Bambini).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s