Ambientalismo

Mata S.Genebra realiza apresentações virtuais para escolas e empresas

No colégio Pio XII, as crianças da primeira série tiveram a oportunidade de conhecer virtualmente o Borboletário existente na Mata Santa Genebra

A Fundação José Pedro de Oliveira, que administra a Mata Santa Genebra, promoveu nesta segunda-feira, dia 12, e quarta-feira, dia 14, atividades do projeto A Mata Vai para alunos do colégio Pio XII, com o tema visita virtual ao Borboletário, e para colaboradores do Consórcio Paulínia Sempre Limpa, com os temas Meio Ambiente e Animais Peçonhentos. Participaram 20 alunos de duas turmas do colégio e 100 trabalhadores do serviço de coleta do Consórcio Paulínia Sempre Limpa.

As palestras são ministradas pelo biólogo da Mata Santa Genebra, Thomaz Henrique Barrella, e tem por objetivo levar informações sobre a Unidade de Conservação da Mata e promover atividades de educação ambiental.

No colégio Pio XII, as crianças da primeira série tiveram a oportunidade de conhecer virtualmente o Borboletário existente na Mata Santa Genebra e aprender sobre o ciclo de vida das borboletas e a importâncias desses insetos para a ecologia e o meio ambiente.

Segundo o biólogo, este é o quarto ano consecutivo que os dirigentes do colégio solicitam o projeto A Mata Vai. “As apresentações complementam o trabalho de educação ambiental, conscientização e valorização da ecologia realizado pelos professores em sala de aula”, afirma Barrella.

Já os colaboradores do Consórcio Paulínia Sempre Limpa puderam aprender sobre animais peçonhentos como parte da programação da Semana Interna de Prevenção de Acidente no trabalho (SIPAT) da empresa. Participaram das atividades duas turmas de 50 pessoas que trabalham na coleta de materiais.

Nas palestras com o tema “Meio Ambiente e Animais Peçonhentos” foram passadas informações sobre como proceder em caso de contato com essas espécies e principalmente de como prevenir acidente com animais peçonhentos.

Conforme o biólogo, os trabalhadores da coleta estão expostos a se defrontarem com os animais peçonhentos na sua rotina de trabalho. “Por isso é importante que eles sejam conscientizados sobre como lidar e sobre o papel destas espécies na natureza” destaca Barrella.

Projeto “A Mata Vai”

O projeto A Mata Vai representa uma das mais importantes estratégias da Fundação José Pedro de Oliveira para que informações sobre a Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) da Mata de Santa Genebra, maior fragmento florestal da Região Metropolitana de Campinas, sejam levadas a um público que, por algum motivo, não pode se dirigir a essa área de importante valor ambiental, histórico e cultural.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s